highlighted:

A Associação Afro Cultural Lemi Ayò surgiu em São Cristóvão em meados de 1986 em uma reunião da Família Martins com a finalidade de resgatar e difundir a cultura Afro-Brasileira. Tornaram-se frequentes as reuniões com os amigos estavam preocupados com a causa, o pensamento voltava-se para que por meio da criatividade o resgate e difusão da cultura tivesse destaque; era naquele espaço que se podia conversar e pensar abertamente sobre a nossa ancestralidade, história, raízes culturais, era o local onde se podia ter a oportunidade expressar ideais e criar ações afirmativas. 

Fundada em 1987, fincando sua bandeira no Carnaval do Rio, o Lemi Ayò fizera o seu primeiro desfile por ruas de São Cristóvão e a antiga Avenida Rio Branco. O desfile na carnavalesca Rio Branco foi o seu primeiro ATO de manifestação étnico-cultural; foi a exibição de arte: canto, dança, ritmo, indumentárias. 

Ainda em 87, no reduto de São Cristóvão, a Associação Afro Cultural Lemi Ayò começou a desenvolver trabalhos de formação musical e expressão corporal, através dos projetos sociais Banda Show e do Bloco Afro. A Banda Show é o uma banda composta com alguns integrantes do Bloco, que se apresenta durante o ano, já o Bloco Afro é o organismo pulsante que realiza o Cortejo Afro; são nestas duas propostas o Lemi Ayò caminha por diferentes lugares divulgando e difundindo a escola de percussão. A escola não apenas formam artistas de percussão, canto e dança, mas artistas conscientes da sua história e cultura e sobretudo atentos a importância da difusão cultural por meio de um belíssimo trabalho.  

Lemi Ayò em yorubá significa Força e Alegria. Com muita alegria, a força de nossa luta, irreverência e descontração criamos e realizamos apresentações, sempre se pautando no papel divulgador e multiplicador de cultura. Passeamos pelo universo musical do Brasil, honrando as suas características percussivas, acrescentando um tempero afro-carioca e um toque de“baianidade nagô”. O Lemi Ayò tem um acervo de trabalho autoral, feito em por nossos integrantes, nossas composições querem contar as histórias de resistência. Queremos ser a: força para resistir e alegria para transformar.


Galeria de imagens



comments:
sidebar:

Entre em contato!


Irajá - Rio de Janeiro